O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, vistoriou as obras da nova ponte do Guaíba no Rio Grande do Sul, acompanhado pelo Secretário Nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa, pelo superintendente do DNIT-RS, Delmar Pellegrini, e pela equipe da CQG.

Com 2,9 km de extensão e 9,4 km de acessos, viadutos e elevados, totalizando 12,3 km. A largura nos vãos principais será de 28 m e a altura livre até a lâmina d’água é de 40 m. A pista contará com duas faixas de rolamento com acostamento e refúgio central. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), cerca de 50 mil veículos devem passar diariamente pela ponte.

A nova travessia interligará a região metropolitana de Porto Alegre ao sul do estado, proporcionando uma conexão sobre o Delta do Rio Jacuí, sem as interrupções que ocorrem diariamente na ponte atual construída com um vão móvel para a passagem de embarcações.

“As melhorias que estão sendo feitas nos modais de infraestrutura no estado do Rio Grande Sul irão favorecer a população local, por meio da Ponte do Guaíba, que irá integrar os principais trechos logísticos, e a economia da região, por meio de mais navios e aviões de carga, que ganharão novos acessos para escoamento de mercadorias”, declarou o ministro durante a vistoria.

Comments are closed.